A Revista Veja e as Políticas de Reconhecimento

A Revista Veja publicou, em sua edição 2163, artigo intitulado “A Farra da Antropologia Oportunista”. Mais uma peça da já longeva campanha da grande imprensa contra as políticas de reconhecimento dos direitos territoriais de minorias étnicas, a matéria vem a público no momento em que Cezar Peluso, ministro do STF, distribui para julgamento seu relatório da ADIn 3219, que questiona o decreto nº 4887/2003, considerado um avanço na política de garantias territoriais para comunidades quilombolas.

O Núcleo de Análises em Políticas Públicas da UFRRJ uniu, em dossiê, o material disponível na internet sobre a polêmica em torno da matéria: a íntegra da matéria da Veja, as respostas dos antropólogos Mércio Gomes e Eduardo Viveiros de Castro, citados pela revista, a réplica da revista a Viveiros de Castro e sua tréplica, as notas da ABA e de sua Comissão de Assuntos Indígenas, os textos de Eduardo Viveiros de Castro (citado pela Veja em sua réplica) e de Kelly Oliveira, em comentário à matéria (publicado pela ABA) e a análise da matéria jornalística feita por Rafael Barbi. Disponibiliza, ainda, artigo meu sobre o tratamento da questão quilombola pela grande imprensa brasileira, bem como o dossiê Imprensa Anti-Quilombola, produzido pelo Observatório Quilombola, de Koinonia, ambos de 2009.

O dossiê está disponível em https://sites.google.com/site/nappufrrj/dossies/revista-veja

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s